um software comercial de código fechado pode fazer chamadas ao sistema (3) para aplicações GPL (não para bibliotecas)?

5

O software comercial de código fechado (CSCS), apenas fará o sistema (3) chamadas para aplicações GPL.

A máquina do usuário executará o CSCS e chamará esses aplicativos GPL, em tempo real, da mesma maneira que um usuário poderia usar a linha de comando e chamar os mesmos aplicativos. Até mesmo um registro dessas ações pode ser fornecido, e o usuário pode replicar essas ações manualmente.

No Java, seria como: Runtime.getRuntime().exec("echo Hello");
Em C, seria como: system("echo Hello");

O ponto é, o CSCS está chamando um aplicativo GPL para apenas gerar saída em tempo real, e de uma maneira predeterminada e codificada nele, então o CSCS depende do aplicativo GPL funcionar.

O aplicativo GPL NÃO é uma biblioteca. É um aplicativo de linha de comando regular.

E NÃO distribuirei qualquer aplicativo GPL (nem suas fontes) junto com o CSCS. Dependerá apenas que o sistema operacional tenha esses aplicativos GPL já instalados. Além disso, o CSCS pode ser executado com pelo menos a versão do aplicativo GPL que foi usado no tempo de desenvolvimento (ou mais recente), portanto NÃO dependerá uma versão específica do aplicativo GPL para ser executada.

1) O CSCS pode permanecer fechado nesta única situação específica?

2) Ou o CSCS deve usar apenas a saída gerada estaticamente a partir de aplicativos GPL, sendo impedido de usá-los em tempo real, se quiser permanecer fechado?

3) Alternativamente, poderia ser criado um software LGPL composto por scripts como ls -l $1 cujos parâmetros seriam dados dinâmicos fornecidos por qualquer aplicativo, incluindo este CSCS. Nesse caso, toda a lógica desses scripts seria exposta e reutilizada por qualquer pessoa, portanto, não proprietária. Então, esses "protocolos" seriam todos LGPL. Isso pode ser feito? Ou isso simplesmente se enquadra em algo como o uso indireto de softwares GPL e, portanto, a GPL infectaria todos os aplicativos que os utilizavam (incluindo esse mesmo software LGPL, forçando-o a se tornar a GPL)?

Gostaria de receber também trechos confirmando a resposta, obrigado!

PS .: Eu li este Posso usar o software GPL em um aplicativo comercial e ele não parece responder à minha pergunta específica.
E preciso saber isso antes de considerar qualquer tipo de uso de aplicativo GPL em tempo real no meu software.

Vinculação: link
Não foi possível evitar vincular isso: link
Outro link: link

Obs .: (2 dias depois, considerando todas as dicas e respostas comentadas) Elas podem conter a resposta:
A) Eu acho que essa pergunta poderia ser "O que é um trabalho derivado da GPL?" / a> considerando a seção "Sistemas em Rede".
B) Veja "Mere Aggregation" no
FAQ do GPL "pipes, soquetes e argumentos de linha de comando são mecanismos de comunicação ".

PS.2: apenas como um aviso final final, todos nós parecemos não ser advogados, e mesmo se você fizer tudo correto nesta linha, e mesmo se tiver certeza de suas interpretações de licença, algo que você não espera pode acontecer, link

    
por Aquarius Power 14.12.2014 / 19:48
fonte

2 respostas

5

Esta situação é abordada no FAQ GNU GPL, na seção " Gostaria de incorporar a GPL software protegido no meu sistema proprietário. Posso fazer isso? "

in many cases you can distribute the GPL-covered software alongside your proprietary system. To do this validly, you must make sure that the free and non-free programs communicate at arms length, that they are not combined in a way that would make them effectively a single program.

The difference between this and “incorporating” the GPL-covered software is partly a matter of substance and partly form. The substantive part is this: if the two programs are combined so that they become effectively two parts of one program, then you can't treat them as two separate programs. So the GPL has to cover the whole thing.

If the two programs remain well separated, like the compiler and the kernel, or like an editor and a shell, then you can treat them as two separate programs—but you have to do it properly. The issue is simply one of form: how you describe what you are doing. Why do we care about this? Because we want to make sure the users clearly understand the free status of the GPL-covered software in the collection.

    
por 15.12.2014 / 00:22
fonte
2

And, I am NOT going to distribute any GPL application (neither its sources) packaged together with CSCS.

Os direitos autorais controlam quem tem permissão para distribuir algo, não quem tem permissão para usá-lo. Se você não distribuir o aplicativo GPL, não poderá infringir direitos autorais, mesmo se depender muito dele.

Seu usuário pode violar as condições em que recebeu o aplicativo usado, mas a GPL não inclui essas cláusulas.

    
por 15.12.2014 / 17:57
fonte