Comparação de IDEs para desenvolvimento de C ++ e C no Linux: KDevelop, Eclipse, NetBeans, CodeBlocks e Anjuta [closed]

48

Gostaria de observar sua experiência de IDEs em grande escala no Linux.

Pessoalmente trabalho principalmente com vim , no entanto outros programadores gostariam para ver um IDE real. Então, eu gostaria de ouvir sua opinião pessoal sobre diferentes IDEs e comparação entre eles, no seguinte contexto:

  • C ++ e talvez algum desenvolvimento C (não Java, Python e outras coisas)
  • Programação do lado do servidor (sem necessidade de desenvolvimento de GUI)
  • Trabalhando no Linux não é um desenvolvimento "de plataforma cruzada".

Opinião necessária:

  1. Quão estável é isso? Se o IDE travar, não preciso disso.
  2. Confortável de usar.
  3. Poderoso para depuração.
  4. Integração com vários sistemas de criação
  5. Escalabilidade em grandes projetos (projetos de centenas de milhares de linhas de código)

Eu costumava trabalhar com o KDevelop e era muito bom IDE e parece que o KDevelop 4 é um enorme progresso. Parece também que muitos usam o Netbeans e o Eclipse.

    
por Artyom 18.12.2011 / 09:16
fonte

9 respostas

39

Aqui está minha experiência pessoal com IDEs. Eu instalei todos os IDEs que consegui encontrar e joguei com todos eles (é isso que eu aconselho que você faça):

  • kdevelop

Eu pessoalmente uso. A versão que eu instalei cai, mas eu baixei a versão mais recente do site, e funciona bem. É simples de configurar e ótimo de usar. Eles suportam o sistema de compilação personalizado por meio de plug-ins. Você pode encontrar alguns recursos estranhos (como analisar apenas cabeçalhos incluídos diretamente), mas geralmente funciona bem para grandes projetos.

  • eclipse

Super complexo para configurar, mas permite literalmente tudo. Se você tiver tempo suficiente para encontrar uma configuração correta que agrade a todos, vá em frente. Mas tentar mudar alguma coisa é muito chato porque tem muitas opções.

  • anjuta e codeblocks

Eu tentei em breve, e não foi tão bom quanto os dois anteriores. Codeblocks é bom para projetos curtos, mas não para médios e grandes.

  • netbeans

Outra boa IDE, mas desde que minha casa está em compartilhamento de rede, e o projeto que eu trabalho é bastante grande, foi muito lento. Ele analisa o tempo todo.

  • qtcreator

Simples de configurar, mas falta muitas opções. Por exemplo, a coisa mais estranha com isso é que ele não pode analisar e auto completar as classes qt. Suporta sistema de compilação personalizado.

Para concluir:

  • se você for paciente o suficiente (ou se encontrar uma boa configuração), vá com o eclipse. É realmente o melhor IDE gratuito.
  • Se você quiser algo simples de configurar, vá com o kdevelop.

Outra opção é instalar os dois e permitir que seus desenvolvedores escolham o que melhor se adapte a eles.

    
por 18.12.2011 / 10:23
fonte
13

Dê uma olhada no Qt Creator.

  • É bastante estável. Não me lembro de nenhum acidente com ele.
  • Pode levar algum tempo para se acostumar à ausência de guias, mas a interface geral é boa.
  • Ele usa o gdb. A depuração não é tão boa quanto no Visual Studio, mas ainda é muito boa. Também se integra com o profiler (Valgrind) agora.
  • Integra-se ao qmake e ao CMake. Mas você pode executar comandos personalizados para que seja possível usar quase tudo.
  • Não posso dizer nada sobre grandes projetos, mas é feito e usado pelos mesmos caras que escrevem Qt, então os requisitos são altos.
  • Não parece fazer nenhuma suposição sobre a estrutura do projeto.

Eu tentei o KDevelop 4 há algum tempo. É certamente se movendo na direção certa, mas um pouco buggy. Você pode querer tentar mesmo assim.

Eu usei o CodeBlocks por muito pouco tempo, mas lembro que não gostei porque a interface era feia.

    
por 18.12.2011 / 10:31
fonte
8

Muitos desenvolvedores do GCC (e o GCC tem de 5 a 9 milhões de linhas de código-fonte, dependendo de como você os conta) usam apenas emacs ou vi com utilitários como grep , ctags ou etags , make , svn , gcc , etc.).

Você não precisa de um IDE para desenvolver um grande software.

Se o seu software é grande o suficiente (por exemplo, pelo menos, 0,3 milhões de linhas), você pode até considerar a personalização de plugins através do GCC ou extensões MELT , para fins de métricas de software, navegação de software, avisos específicos, regras de codificação, etc.

    
por 20.12.2011 / 21:51
fonte
6

Eu principalmente trabalho com o Eclipse. Utilizei o KDevelop com grande satisfação durante anos, mas agora trabalho em projetos multi-linguagem (C, C ++, PHP, Java, Python, Banco de Dados, Web, etc.).

Adavantages of Eclipse: muitas ferramentas para quase tudo (incluindo controle de versão); funciona muito bem para verificação de sintaxe e preenchimento automático. Bom trabalho ao compilar / construir / depurar. É multi-plataforma (Linux, Windows, Solaris, etc)
Desvantagens: algumas funções ou configurações são um pesadelo (por exemplo, quando você precisa implantar o projeto de sua estação de trabalho para o servidor, o Eclipse mantém um tipo de cache e se ele acha que o arquivo no servidor está 'atualizado') , o arquivo não é sobrescrito). O Eclipse é enorme , sufoca a maior parte da sua CPU e drena toda a sua memória. Mais informações no link .

O KDevelop é rápido e excelente para projetos C / C ++ e KDE / Qt, mas carece de algumas funções como suporte para o Mercurial (KDevelop 3.3.4, não sei para versões mais recentes).

    
por 20.12.2011 / 11:19
fonte
4

Visual SlickEdit - comercial, como qualquer boa ferramenta, "simplesmente funciona". Lida com todas as línguas sob o sol, fora da caixa, altamente configurável e, se necessário, totalmente programável, coloca um gui ao redor do GDB para depuração. Lida com projetos muito grandes (eu uso para uma base de código de 5 milhões + SOLC, dos quais eu jogo com cerca de 1 milhão deles). - Ganhou inúmeros prêmios e tem melhorado desde então. Experimente

Eclipse - Ferramenta de escolha ao programar em Java, OK para qualquer idioma único suportado. Escrito em Java para desenvolvedores Java desenvolvendo programas Java. Mas precisa de plugins para cada característica minúscula e característica principal. Não "apenas funciona" para mais de um idioma de cada vez.

    
por 21.12.2011 / 05:15
fonte
4

O NetBeans é um IDE lento e lento. Nós não estamos usando "computadores dinossauros", mas esse IDE PENDURA por um bom tempo. Se acessarmos o Netbeans IDE pela rede (digamos, usando VNC), esqueça isso !!! O atraso é tão ruim a ponto de tornar o Netbeans inutilizável!

Eu acho o Eclipse intimidadoramente difícil de configurar para uso inicial, mas se você perseverar, você vai acabar com um IDE que tem tudo que você poderia querer ou precisar (possivelmente por meio de plug-ins).

Eu não quero usar mais de um IDE e suspeito que você também não. Eu recomendaria o Eclipse, com todas as suas falhas.

    
por 23.12.2011 / 01:10
fonte
4

Então ... Acabei de adicionar outra opinião, mas não acho que você possa escolher como usuário vim, então

emacs + gdb link

em primeiro lugar, será o mais leve IDE (eu ainda posso chamá-lo de sistema operacional) e mais personalizável, para que você possa fazer tudo com o mínimo de uso de recursos, exceto alguns recursos de trabalho intelectual de configuração lisp.

Pessoalmente, quando tenho um projeto sério, estou usando o Visual Studio. Mas quando eu preciso trabalhar no linux eu corro o emacs. (também não gosto qt de todo)

Também (principalmente porque eu gosto do plugin last.fm e do suporte a clojure) eu encontrei um IDE para Linux (ainda tentando mudar para o emacs dele == 'por algumas razões) IDEA , não recomendo usá-lo para C ++, mas talvez não seja ruim também, então você pode adicioná-lo à sua lista.

    
por 21.12.2011 / 10:16
fonte
1

QT e CodeBlocks estão ok. Eu uso CodeBlocks ultimamente.

Ele pode ser configurado para projetos de makefile, a conclusão de código funciona principalmente, e não é travada como um no MSVS, vá para definição é incrivelmente rápido. A navegação por funções também é bem feita.

Existem alguns problemas menores, mas para o dia a dia de trabalho no Linux é muito bom, IMHO.

    
por 20.12.2011 / 22:05
fonte
0

Minha única tentativa de usar um IDE no Linux aconteceu em 2005, mas naquela época nenhum IDE que eu tentei (KDevelop, eclipse, Anjuta) era bom, então voltei para o vim + ctags + gdb e ainda o usei para Codificação Linux.

    
por 20.12.2011 / 15:00
fonte

Tags